Jornal Gazeta Regional

APPs E SERVIÇOS PARA DORMIR NA PANDEMIA

APPs E SERVIÇO PARA DORMIR NA PANDEMIA

Imagem de capa
INTERNET
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

                               APPs E SERVIÇOS PARA DORMIR NA PANDEMIA

 

                                   

 

                                  Os dados são de uma fonte confiável. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde),  o número de gente no mundo com problemas de INSÔNIA ultrapassa os 45%.  No Brasil,  a cifra gira em torno dos 40%.  Em outras palavras,  quase metade da população dorme mal. 

                                    Não é de se estranha que durante a PANDEMIA esse número tenha crescido em números inimagináveis. As preocupações com as contas,  os desempregos, a vontade de ser vacinado logo imperavam nos motivos para as pessoas não conseguirem dormir adequadamente. 

                                    As pessoas com esse tipo de problema  encheram os consultórios dos especialistas em Sono.  Alguns obtiveram sucesso. Outros sem fazer o tratamento adequado prescrito migraram para outros caminhos.  O da Tecnologia foi o mais procurado.  É exatamente nas PLAYLISTS  e  os APP. 

                                    O mercado não tem dado conta da procura.  Pela solução imediata do problema,  quem não quer ouvir uma música suave para dormir.  Ou gravações que levam a meditação. Ou que tal,  um relaxamento completo.  Ou finalmente, sons de chuva.  Estranhou? Estranha não.  Tem gente que só dorme com aquele barulhinho de chuva.  Vai fazer o que? Boa noite de sono. 

  • COMPARTILHE

APPs E SERVIÇOS PARA DORMIR NA PANDEMIA

06/06/2021 16:52


                               APPs E SERVIÇOS PARA DORMIR NA PANDEMIA

 

                                   

 

                                  Os dados são de uma fonte confiável. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde),  o número de gente no mundo com problemas de INSÔNIA ultrapassa os 45%.  No Brasil,  a cifra gira em torno dos 40%.  Em outras palavras,  quase metade da população dorme mal. 

                                    Não é de se estranha que durante a PANDEMIA esse número tenha crescido em números inimagináveis. As preocupações com as contas,  os desempregos, a vontade de ser vacinado logo imperavam nos motivos para as pessoas não conseguirem dormir adequadamente. 

                                    As pessoas com esse tipo de problema  encheram os consultórios dos especialistas em Sono.  Alguns obtiveram sucesso. Outros sem fazer o tratamento adequado prescrito migraram para outros caminhos.  O da Tecnologia foi o mais procurado.  É exatamente nas PLAYLISTS  e  os APP. 

                                    O mercado não tem dado conta da procura.  Pela solução imediata do problema,  quem não quer ouvir uma música suave para dormir.  Ou gravações que levam a meditação. Ou que tal,  um relaxamento completo.  Ou finalmente, sons de chuva.  Estranhou? Estranha não.  Tem gente que só dorme com aquele barulhinho de chuva.  Vai fazer o que? Boa noite de sono. 

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível .'.