Jornal Gazeta Regional

SP: governo do estado mobiliza empresas privadas para produção e distribuição de oxigênio

SP: governo do estado mobiliza empresas privadas para produção e distribuição de oxigênio

Imagem de capa
Brasil 61
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O governo de São Paulo iniciou uma ação de mobilização da iniciativa privada para produção e distribuição de oxigênio. Nesta segunda-feira (22), o governador do estado, João Doria, participou de uma reunião virtual com fornecedores de gases hospitalares e demais empresas que podem contribuir com a produção e logística do produto no estado.

O objetivo é aumentar a disponibilidade do gás hospitalar e dos cilindros necessários para a criação de novos leitos. Para os leitos já existentes, os fornecedores asseguraram o fornecimento. Com isso, o estado espera não sofrer com o desabastecimento.

Durante o encontro, as companhias que fornecem gases hospitalares em São Paulo informaram que vão honrar os contratos em andamento, inclusive considerando a ampliação na estrutura hospitalar devido a abertura dos novos leitos.

Ministério da Saúde recomenda uso de todas as vacinas em estoque

Brasil recebe 1,02 milhão de vacinas por meio do consórcio Covax

A iniciativa contou com a participação de grandes empresas que já aderiram à ação de fornecimento de oxigênio para os pacientes graves contaminados pelo coronavírus. A AMBEV, por exemplo, vai montar, em 10 dias, uma usina exclusivamente dedicada ao envase de oxigênio na região de Ribeirão Preto, para fornecimento gratuito ao setor público de saúde.

 



Fonte: Brasil 61

Fonte

Brasil 61
  • COMPARTILHE

SP: governo do estado mobiliza empresas privadas para produção e distribuição de oxigênio

23/03/2021 15:57


O governo de São Paulo iniciou uma ação de mobilização da iniciativa privada para produção e distribuição de oxigênio. Nesta segunda-feira (22), o governador do estado, João Doria, participou de uma reunião virtual com fornecedores de gases hospitalares e demais empresas que podem contribuir com a produção e logística do produto no estado.

O objetivo é aumentar a disponibilidade do gás hospitalar e dos cilindros necessários para a criação de novos leitos. Para os leitos já existentes, os fornecedores asseguraram o fornecimento. Com isso, o estado espera não sofrer com o desabastecimento.

Durante o encontro, as companhias que fornecem gases hospitalares em São Paulo informaram que vão honrar os contratos em andamento, inclusive considerando a ampliação na estrutura hospitalar devido a abertura dos novos leitos.

Ministério da Saúde recomenda uso de todas as vacinas em estoque

Brasil recebe 1,02 milhão de vacinas por meio do consórcio Covax

A iniciativa contou com a participação de grandes empresas que já aderiram à ação de fornecimento de oxigênio para os pacientes graves contaminados pelo coronavírus. A AMBEV, por exemplo, vai montar, em 10 dias, uma usina exclusivamente dedicada ao envase de oxigênio na região de Ribeirão Preto, para fornecimento gratuito ao setor público de saúde.

 



Fonte: Brasil 61

Fonte: Brasil 61

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível .'.